A PRIMEIRA CRÍTICA DO AC/DC

Acho que o camarada, literalmente, quebrou a cara com o palavreado dele, hein?

AC/DC – High Voltage
Aqueles que estavam preocupados com o futuro do Hard Rock podem se consolar com o fato de que o estilo atingiu o fundo do poço com o lançamento do primeiro disco desses australianos. Daqui pra frente, as coisas só podem melhorar (ao menos, assim espero). Uma banda que conta com um guitarrista vestido como um aluno escolar, o AC/DC não tem nada a dizer, musicalmente. Duas guitarras, baixo e bateria em formações triviais de três acordes.
Liricamente, o universo do grupo começa e termina com as palavras “I”, “me” e “mine”. O cantor Bon Scott cospe seus vocais com uma agressividade chata, típica de quem só parece se importar em ser um rockstar e transar toda noite. E esse é um resumo dos temas abordados neste disco. Estupidez me incomoda. Estupidez calculada me ofende.
Billy Altman
Rolling Stone número 228, 16 de dezembro de 1976

Fonte: AC/DC: o que a Rolling Stone achou da estreia da banda? – Curiosidades http://whiplash.net/materias/curiosidades/165705-acdc.html#ixzz29fd8xpg0

Anúncios

Sobre thekingw

Vamos ver se eu falo sobre mim um dia.
Esse post foi publicado em DIVERSOS E DIVERSIDADES. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s